quinta-feira, 23 de junho de 2011

Na Hora da Despedida

O ÚLTIMO acto político ou administrativo (tanto faz) do XVIII Governo Constitucional de José Sócrates, na situação de governo de gestão, foi dar luz verde para que a administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo implementasse de imediato o plano de reestruturação dos seus recursos humanos, que visa dispensar, até ao fim do ano, 380 dos actuais 720 trabalhadores daquela unidade industrial.

Sem comentários:

Publicar um comentário