quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

E Não Se Pode Emigrá-los?


ESTIVE há dias, ali para os lados do Porto Alto, a visitar uma empresa que comercializa contentores, para todos os gostos e os mais variados fins. Um dos modelos, por sinal muito jeitoso, é uma espécie de suite, com quarto e casa de banho, e servia perfeitamente para exportar os nossos governantes, com um mínimo de comodidades. Longe de mim a intenção de querer enviá-los para o estrangeiro, nas mesmas degradantes condições em que chegam à Europa tantos potenciais emigrantes do sudoeste asiático, mas com tal medida, de uma assentada, atingiam-se dois objectivos, que a nossa balança de pagamentos agradece: incentivo à emigração e contributo para as exportações.

Sem comentários:

Publicar um comentário