sexta-feira, 14 de outubro de 2011

DEMOLIÇÃO DE BARRACAS A BOM RITMO
Mais de metade coercivamente, o que não tira o sono a quem dirige a Câmara de Loures


O título, Demolição de barracas a bom ritmo, duma notícia num site da Câmara de Loures, dá logo a ideia dos objectivos da Câmara: não se trata de realojar pessoas que vivem em péssimas condições, em habitação precárias degradadas, mas de limpar o espaço para outros fins, nalguns casos de pura especulação imobiliária.

De acordo com os dados divulgados na notícia mais de metade das demolições foram feitas coercivamente, o que é apresentado como se fosse a coisa mais natural da vida, uma Câmara recorrer ao uso da força para desalojar os próprios munícipes que devia ser a primeira a defender.

Como já aqui referi antes, pelo menos na Quinta da Torre, Camarate, a população tem resistido, mas apesar disso, pelo que diz a Câmara de Loures, no primeiro semestre deste ano já foram demolidas 35 barracas.

A Acampada Lisboa, denuncia situações dramáticas que os desalojamentos estão a provocar, alerta para a previsível destruição de mais barracas na próxima 3ª feira e apela à solidariedade de todos para com as populações atingidas.

Sem comentários:

Publicar um comentário