quarta-feira, 17 de agosto de 2011

SÓCRATES PROMETE, PASSOS CUMPRE
Ainda se lembra dos 150 000 postos de trabalho que Sócrates ia criar?


Quando já começava a descrer completamente deste Governo, ouço finalmente num telejornal uma medida que, apesar de não constar no programa de ajuda da Troika, pode de facto representar aquele raio de luz ao fundo do túnel porque todos os portugueses há tanto anseiam.

Enquanto que Sócrates prometia mais emprego, e aquilo que realmente vimos foi o desemprego crescer a um ritmo assustador, temos agora Passos Coelho, com um pequeno investimento, a criar duma assentada trabalho para 150000, ainda por cima numa zona tão martirizada pela desertificação como é o nordeste trasmontano.

É certo que a medida não vai ter qualquer repercussão positiva nas exportações, e o chamado valor acrescentado parece também não ser famoso, mas a beleza da coisa é que, tal como os estágios oferecidos por muitas empresas, tod@s vão trabalhar à borla, o que, para além de dever ser bom para a redução do défice, vai permitir ao Governo testar a viabilidade de generalizar de forma massiva a pratica já hoje muito popular de ter pessoal a trabalhar não apenas com salários de miséria, mas a custo totalmente zero.



Sem comentários:

Publicar um comentário