quinta-feira, 11 de agosto de 2011

MOTINS EM INGLATERRA
Para o New Statesman a preocupação é o crime juvenil e as famílias desfeitas.


Este artigo no site do New Statesman
(em tempos uma influente e respeitada publicação da esquerda socialista) , é o primeiro escrito da esquerda britânica sobre os acontecimentos dos últimos dias em que ponho a vista em cima.

Apesar duma abertura algo promissora "A terrível rapidez com que a violência se propagou sugere um sentimento complexo e profundo de alienação social", o artigo prossegue com uma série de considerações habituais nestes casos, para acabar por se ficar pela constatação de que "a criminalidade juvenil é um problema dos países desenvolvidos e que assume maior gravidade nas sociedades em que o fosso entre ricos e pobres é maior" (Reino Unido e Portugal são na Europa os países que apresentam maiores desigualdades entre ricos e pobres).

Soluções? "O partido Trabalhista e a esquerda em geral devem prestar maior atenção aos factores culturais - em especial à desagregação familiar - que muitas vezes têm sido subestimados". O que irão propor para promover a estabilidade da família é que me deixa intrigado. Aumentar o numero de conselheiros matrimoniais?

Sem comentários:

Publicar um comentário