sexta-feira, 28 de agosto de 2015

A "SIMPATIA IMPLÍCITA" DO PCP

A chusma de jornaleiros, comentadeiros e opinadeiros não desarma.

Exigem que o PCP lhes diga, JÁ, qual vai ser o seu candidato às eleições presidenciais, e não conseguem digerir a resposta simples e singela que o PCP não pára de lhes repetir: que essa é uma decisão que só irá tomar DEPOIS das eleições legislativas.

Então, como o PCP não diz, eles inventam. Por exemplo, aqui há dias li num pasquim qualquer que o PCP iria apoiar a minha vizinha (a senhora baixinha da laca). Hoje no FB é a vez do ex embaixador Seixas da Costa dar o seu diplomático contributo para esta saga, introduzindo um novel conceito no vasto reportório da nacional manipulação: a "simpatia implícita".

Assim, segundo o Sr. ex-embaixador, Jerónimo de Sousa, na entrevista de ontem, teria manifestado uma "simpatia implícita" por Sampaio da Nóvoa, o que seria, calcule-se, um "beijo da morte" para a candidatura do ex-reitor.

Fazem a festa, lançam os foguetes, pegam fogo à mata, e telefonam à GNR a dizer que foi o PCP.

FB 28/8

Sem comentários:

Publicar um comentário