quarta-feira, 2 de setembro de 2015

AS FESTAS DE VERÃO DOS JORNAIS COMUNISTAS


As festas de verão dos jornais comunistas, como as do L'Humanité e do L'Unitá, povoavam a imaginação dos jovens que em Portugal, nos anos 60 e 70, lutavam contra a ditadura fascista.

Escutávamos com devoção os relatos de quem já lá tinha estado, deliciávamo-nos com as poucas fotos, e sonhávamos quando um dia teríamos a nossa Festa do Avante em Portugal.

No início do anos 70, aproveitando uma deslocação em trabalho a Paris por altura da Festa do L'Humanité, consegui estabelecer contacto com o Armando Madeira, que me pediu para levar o que pudesse para o pavilhão do PCP.

Lá fui para Paris com uma mala com pouca roupa e todos os exemplares que lá consegui enfiar dum livro editado pouco antes pela Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos.

A Fête de L'Humanité, então a Meca das festas do jornais comunistas, nos arredores de Paris, foi um deslumbramento, um daqueles casos em que a realidade ultrapassa tudo o que tínhamos sonhado mas, aqui entre nós e sem desprimor para os camaradas franceses, nada que se compare à nossa Grande Festa do Avante.

É que não há mesmo Festa como Esta.

FB 2/9

Sem comentários:

Publicar um comentário