quarta-feira, 19 de março de 2014

A PRIVATIZAÇÃO DA VALORSUL, A GREVE DO LIXO, E A FACTURA DA ÁGUA.


No terceiro dia da Greve da Valorsul contra a privatização da empresa, começam a ser visíveis os efeitos negativos da paralisação, e a situação não será provavelmente pior graças à compreensão da população, na sequência do apelo da Câmara de Loures para que no período da Greve se evite colocar o lixo nos contentores ou na via publica.

É natural que os incómodos causados à população pela falta de recolha de lixo se agravem amanhã e depois, mas nunca será demais referir que os principais interessados na luta contra a privatização da Valorsul são os munícipes de Loures, Lisboa, e dos outros 17 concelhos da região norte de Lisboa, que utilizam os serviços da Valorsul.

Quando se fala dos serviços da Câmara de Loures, uma das questões que invariavelmente vem logo à baila é o elevado valor que pagamos na factura da água que, como sabem, inclui não só o pagamento do abastecimento de água, como a recolha do lixo e as águas residuais.

Apesar de, no que toca ao lixo, a Valorsul, ter um dos preços mais baixos no país. Para dar uma ideia enquanto as câmaras pagam 20 euros por tonelada de lixo entregue à Valorsul, aqui mesmo ao lado a Tratolixo, que serve Cascais, Mafra e outros concelhos da zona oeste cobra 70 euros por tonelada, três vezes e meia mais do que a Valorsul.

Acresce que apesar do baixo preço praticado, a Valorsul ainda dá lucro ao Estado e às câmaras accionistas (6,4 milhões de euros em 2013), o que ajuda a compreender a razão da ânsia do Governo PSD/CDS em privatizar a Valorsul. Não é por a empresa dar prejuízos ou ser ineficiente mas, pura e simplesmente. para entregar mais um negócio rentável aos privados.

Também não será difícil entender que, no caso da privatização da Valorsul ir para a frente, rapidamente os preços cobrados às câmaras irão aumentar, o que inevitavelmente se irá reflectir no aumento do valor, já elevado, que mensalmente pagamos na factura da água.

Sem comentários:

Publicar um comentário