quinta-feira, 15 de setembro de 2011

CHINA QUER SER RECONHECIDA COMO ECONOMIA DE MERCADO.
(E será que Jerónimo reconhece?)


Para se envolver mais ativamente no investimento em títulos da dívida soberana dos países da zona euro em apuros, a China quer que os europeus antecipem em cinco anos o seu reconhecimento como "economia de mercado".

Sem comentários:

Publicar um comentário